Tia Roberta Odontopediatra » O MUNDO DA CRIANÇA
20
novembro
2015
O meu cantinho da Odontopediatria

cantinho

Desde que comecei a me interessar pela Odontopediatria (e foi bem antes de iniciar a especialização, já ficava “namorando” com a área, sonhando em trabalhar com isso), comecei a fazer uma coleção de livros!

O primeiro que adquiri foi o querido Manual de Odontopediatria, do Guedes-Pinto (sou apaixonada por esse livro, pois é pequeno, de fácil leitura, e ensina o basicão da Odontopediatria, o que me ajudou muito a entender certos conceitos).

1175488-250x250

Aí depois dele eu comecei a especialização e de repente a minha pequena estante se multiplicou (a cada módulo eu voltava com um rsrs)…e aí resolvi montar uma estante só com os livros de Odontopediatria, para separar dos outros “normais”, já que estes eram ESPECIAIS. Só que agora a estante está pequena para a quantidade de livros que eu tenho, então montei um cantinho da Odontopediatria no meu quarto-escritório-closet! Hoje resolvi mostrar aqui como estão organizados, não é nada demais, mas tenho muito orgulho em dizer que já li de “capa a capa” a maioria deles :)

cantinho 2

Sem sombra de dúvidas, dois dos meus favoritos são os Anuários do meu querido e eterno coordenador Prof. Imparato. Sou apaixonada por eles, não só pelo conteúdo que é incrível, mas também pelas ilustrações que parecem vindas da revista Vogue Kids. Adoro folhear esses livros e admirar!

anuario-de-odontopediatria-clinica-volume-01-integrada-e-215101-MLB20273317916_032015-F

mockup_mesclado_psd_sombra_-_menor

Outro livro que me surpreendeu e tem me agradado bastante é o do Mcdonald e Avery, o Odontopediatria para Crianças e Adolescentes. Eles possuem um capítulo muito importante sobre Abuso e Negligência à Criança, que me chamou bastante a atenção. Foi indicação da amiga Isabella Jannotti (@bela.odontopediatra)!

110487032gg

Outro livro que é pequenino, mas super interessante é o Manual de Odontologia para Bebês. Lembram daquele post sobre Odontologia Neonatal e para Bebês? Fiz a minha pesquisa nesse livro! Ele é bem didático, de fácil leitura e bem traquilo de ler. Adoro!

livro manual

Um livro que não é de Odontopediatria, mas é bem interessante pra quem trabalha com crianças (independentemente da profissão, já falei aqui e repito que acredito na filosofia de que o profissional que trabalha com crianças não deve se limitar a conhecer a sua área, mas sim, a criança como um todo), é o Conversando com o Pediatra. O livro possui parceria com o IMIP, e foi publicado com o incentivo de trazer ao público leigo um conhecimento básico sobre as necessidades da criança. Ainda não li todo, fiz algumas consultas. Pretendo iniciar ele ano que vem!

119561075_1GG

Em um post sobre livros de Odontopediatria, é impossível não falar dos grandes MESTRES Guedes-Pinto e Maria Salete. Eu fiz questão de comprar as duas bíblias da Odontopediatria no Brasil, o Odontopediatria e Odontopediatria na Primeira Infância. Confesso que gosto mais do livro do Prof. Guedes-Pinto,  mas amo de paixão a meiguice das palavras da Profª. Salete. Acho ela uma fofa! Adoro essas passagens de livros e histórias que ela coloca em cada capítulo, acho uma fofurice :)

ArquivoExibir

salete

Sobre o outro livro da Salete, o Conduta Clínica e Psicológica na Odontopediatria, já falei sobre ele em um post que fiz recentemente, e vocês podem conferir aqui.

salete

Um livro que considero bem especial também é o Tratamento Odontológico para Gestantes, dos Profs. Gabriel Politano e Sandra Scheverria. É o único disponível com este tema tão atual e importante na Odontologia. É um livro pequeno e fácil, li em um dia de tão boa a leitura! Super indico.

livro_gabriel_site

O livro Primeiros Socorros de Traumatismo Dentário – Para os seus filhos foi uma aquisição que fiz no último congresso da ACDC – Campinas que fui! O livro é praticamente um manual para se entregar aos filhos e pais, para que tenham uma noção do que fazer no primeiro momento após um trauma dentário. Indico bastante para quem quer presentear uma nova mamãe ou uma criança arteira! Rsrsrs

cuidando-dos-dentinhos-traumatismo-dentario-0000000000000A71

Um livro que considero um verdadeiro tesouro é O Paciente com Necessidades Especiais na Odontologia, foi também adquirido no último evento da ACDC – Campinas e foi indicação da amiga Fernanda Urbini (@minhaodontopediatra). Ainda não li ele inteiro, mas com os capítulos que já li pude ver o quanto é importante para o Odontopediatra o conhecimento nessa área, já que muitas vezes nos deparamos com pacientes especiais no consultório. Um livro realmente especial!

113908242SZ

O livro Estética em Odontopediatria ainda está novinho, acabei de remover o plástico, portanto ainda não li, mas posso dizer de antemão que deve ser muuuito bom, considerando que o Prof. Imparato é um dos autores dele. Este livro foi presente do próprio Imparato para cada um de seus alunos no módulo de defesa das monografias, uma forma de nos parabenizar. Super fofo! :)

thA3CO2VUV

Outro livro também do Prof. Imparato é o Odontopediatria – Prática de Saúde Baseada em Evidências, um livro super didático e atual! Ganhei ele em um sorteio que ele fez na nossa turma de especialização. Sortuda! :)

CAPA_Imparato_Odontopediatria.indd

Outro livro que não é exatamente pra mim, e sim para o pacientinho, é o Casa de Mariana, também do Prof. Imparato. A história dele é linda, e vale muito a pena levar para o consultório e mostrar para as crianças e pais, mas confesso que deixo o  meu em casa pois sou ciumenta com os meus livros e tenho medo de acabar rasgando se ficar por lá! Hehehehe :)

119388612_1GG

O livro Odontologia Integrada na Infância é um periódico da coleção Odontologia Integrada (UFRJ), das autoras Lucianne Cople Maia e Laura Guimarães Primo. Este foi um dos primeiros que adquiri, e pretendo em breve adquirir o segundo volume da coleção, o Odontologia Integrada na Adolescência. Adoro o capítulo Biogênese das Dentições, é bem completo!

livro-10241

O livro Manual de Referência para Procedimentos Clínicos em Odontopediatria, é um periódico da ABO – Odontopediatria extremamente completo, que abrange vários aspectos importantes da prática clínica, como periodontia aplicada à Odontopediatria e cirurgia bucal.

img

Um livro que não é exclusivo da Odontopediatria, mas todo cirurgião-dentista deveria ter é o Terapêutica Medicamentosa em Odontologia, do Mestre Eduardo Dias de Andrade. A novíssima edição traz as melhores condutas odontopediátricas, aprendi muito com esse capítulo!

20131004105317_ANDRADE_Terapeutica_Medicamentosa_Odontologia_3ed_G

Além desses que possuem foco exclusivo na Odontopediatria, tenho uns que são de concurso para Odontologia, mas que foram TÃO IMPORTANTES pra mim na época em que estudei pro concurso da Fundasus que acho que merecem estar na minha estante de livros especiais! O conteúdo deles é incrível, principalmente o Quimo nos Concursos – Odontologia, que possui vários capítulos exclusivos de Odontopediatria. Devo muito o que ganhei nessa época a esses livros!

livro-quimo-nos-concursos-odontologia

Bom, acho que POR ENQUANTO a minha lista acaba aqui. Mas como sou exagerada mesmo e eterna apaixonada pela leitura, estarei sempre comprando livros, e a tendência vai ser o cantinho virar um super espaço da Odontopediatria! Hahahaha :) Quem sabe uma biblioteca? Vamos aguardar!

Beijos! XXX


11
novembro
2015
O blá-blá-blá

psicologia-infantil-4las-palmas-95x400

Oiê!

Tudo bem, gente?

Eu estava aqui mexendo nos livros do meu cantinho da Odontopediatria, e fazia um tempo que eu não folheava o Conduta Clínica e Psicológica na Odontopediatria, da MUSA Maria Salete Nahás Pires Corrêa (amo!). Gosto de comentar sobre o livro quando eu termino de ler ele inteiro (ler de “capa a capa”, como o meu marido fala, é a melhor forma de absorver 100% a leitura de um livro), só que eu me deparei com o pensamento de algo muito importante que existe no mundo encantado da Odontopediatria, que é o famoso blá-blá-blá. Na Odontopediatria, não adianta o profissional ser um gênio na teoria, ter “mãos de fada” na prática, e na psicologia não conseguir fazer o blá-blá-blá. O atendimento não vai dar certo.

É aí que entra o livro que eu citei: o foco principal dele é a PSICOLOGIA ODONTOPEDIÁTRICA, que é o grande diferencial do especialista Odontopediatra, ou seja, promover um atendimento baseado em conhecimentos científicos de técnicas de psicologia para obter o condicionamento no consultório. Sinto que alguns profissionais não tem paciência, ou vontade mesmo de se dedicar a essa área da Odontopediatria, limitando-se a realizar os procedimentos curativos e preventivos, o que acaba levando ao fracasso no atendimento. Acho que nesses casos acima, é bom repensar se a Odontopediatria é o que se quer mesmo fazer, pois no nosso cotidiano, é muito difícil, na verdade quase IMPOSSÍVEL atender sem fazer uso da Psicologia. É preciso olhar dentro dos olhos do seu pacientinho, enxergar além do que se vê. A abordagem psicológica consiste em praticamente 50% do sucesso no atendimento. Mas não falo isso como alguém que morre de experiência no assunto, tá? Confesso que no começo da minha carreira (há um ano e meio, mais ou menos) eu tinha pavores e pesadelos com isso, e de vez em quando me deparava com alguns “anjinhos” que chegavam no meu consultório para me fornecer aprendizado, conhecimento e perseverança, e às vezes eu apanhava pra conseguir dominar o atendimento, e até para obter sucesso mesmo, pois algumas vezes a coisa ficava puxada (quem aqui nunca teve vontade de sair correndo ao se deparar com um caso clássico de BIRRA? Rsrs). Com o passar do tempo, sinto que fui ficando calejada no assunto, e parece que de repente um botãozinho é ativado no meu cérebro para saber o que fazer quando a criança começa a se comportar fora do esperado no consultório. Saber o que fazer no momento certo é o grande desafio no condicionamento, esse é o verdadeiro aprendizado. Saber lidar com as surpresas que acontecem no dia-a-dia do atendimento também (vai dizer que você nunca passou pela situação de estar totalmente compenetrado ali contando uma história para a criança, que finalmente ficou quietinha te ouvindo, quando de repente alguém entra de supetão no consultório sem bater na porta, fazendo com que a criança perca a concentração e volte a chorar? Haha). Não estou dizendo que sou uma expert no assunto e já sei como lidar 100% em qualquer situação, mas hoje em dia sinto que atingi a maturidade de não me desesperar em casos mais complexos (como crianças com sérios distúrbios de comportamento, por exemplo), e me sinto até com SORTE quando me deparo com desafios em que eu tenha que estudar mais e buscar informações.

Ler sobre o assunto me ajudou muuuuito, acho fundamental para o Odontopediatra buscar sempre atualizar-se com livros e seminários sobre Psicologia Infantil (não podemos nos limitar em achar que o nosso estudo só se baseia em Odontologia, somos profissionais da SAÚDE e devemos conhecer a criança como um todo), mas acho que também foi imprescindível as trocas de informações e conversas com as minhas amigas da especialização (Isa e Jé), e também com os professores, que sempre me deixavam mais tranquila ao me dizer que é natural passar por um momento de aperreio, até que se tenha segurança no atendimento. O resto é a VIDA e o próprio paciente que vai te ensinando. Bom, voltando ao assunto do livro, recomendo muito a leitura, acho que a Maria Salete é uma daquelas pessoas que nasceu com o dom para o que faz, e qualquer ensinamento dela é enriquecedor. Gosto muito da escrita dela, acho que ela consegue chegar ao ponto do que é a Odontopediatria; não pode ser tão prática e objetiva como às vezes queremos que seja. A criança precisa do seu tempo para compreender você e se entregar. A leitura vai nos mostrando isso.

Vou colocar uma foto da capa do livro para que vocês vejam:

salete

Espero que gostem! Beijos XXX