Tia Roberta Odontopediatra » Blog Archive » A CPI (Cárie da Primeira Infância) e os seus tratamentos
18
janeiro
2016
A CPI (Cárie da Primeira Infância) e os seus tratamentos

Oi!

caries-teeth-decay (1)

Hoje vou falar sobre a Cárie da Primeira Infância, ou seja, aquela que acomete bebês e crianças bem pequenas, com idade inferior a cinco anos. Normalmente esse tipo de cárie tem caráter bem agressivo e de evolução rápida, o que leva a destruição dos dentinhos logo bem cedo. :( Também abordarei as opções de tratamento para cada evolução da doença!

A cárie da primeira infância (CPI), ou cárie de mamadeira, como popularmente é conhecida, é o motivo principal que leva ao tratamento restaurador de dentes decíduos, devendo este estar associado ao controle dos fatores etiológicos que levaram a doença. Sabemos que na Odontopediatria as sessões motivacionais e de ensino de higiene oral são extremamente importantes no controle do biofilme, e consequentemente, da cárie, e que os tratamentos curativos não são considerados suficientes quando são realizados isoladamente.

O controle dos hábitos alimentares também é um grande aliado no ato de promoção da saúde bucal (já fiz um post sobre hábitos e diário alimentar na Odontopediatria, você pode rever aqui), assim como o uso racional de fluoretos e controle mecânico do biofilme. Porém, muitas vezes não são o suficiente, pois sabemos que o trabalho de cuidar dos dentinhos é feito em uma parceria MAMÃE – CRIANÇA – DENTISTA, e quando um deles falha, acaba sendo necessário o tratamento restaurador.

bebe-com-chocolate

A Odontopediatria contemporânea atua com os princípios da odontologia minimamente invasiva, e para isso, o diagnóstico precoce das lesões de cárie é fundamental na preservação das estruturas dentárias. Pelas estatísticas, os dentinhos que são afetados primeiro pela cárie da primeira infância são os incisivos superiores anteriores, seguidos dos molares inferiores e superiores.

O primeiro sinal da lesão de cárie caracteriza-se pela formação de mancha branca nas áreas consideradas mais susceptíveis, que são a região cervical, interproximal e nos sulcos e fissuras de dentes posteriores. A mancha branca pode estar ativa (quando apresenta-se rugosa e opaca) ou inativa (quando apresenta-se lisa e brilhante). Nas lesões inativas, não é indicado nenhum tipo de tratamento, pois não existe mais atividade bacteriana destrutiva naquela região; quando temos somente lesão de mancha branca ativa, o tratamento restaurador não é indicado, pois ainda não possui cavitação clínica. Recomenda-se nessa situação o uso de fluoretos (domiciliar, por meio de dentifrícios fluoretados obedecendo a medida adequada para cada idade, e no consultório) e sessões educativas e motivacionais de controle de biofilme e dos hábitos alimentares, conforme já citamos anteriormente.

image3.jpeg

Em lesões cavitadas de esmalte, ocorre uma ruptura da sua superfície, devendo portanto, ser considerado o selamento da cavidade, fossas e fissuras com cimento de ionômero de vidro (preferencialmente) ou resina. Quando ocorrem as lesões cavitadas em dentina, já temos a necessidade de promover restaurações com maior desgaste, devido a natureza destrutiva da lesão. Mas, mesmo assim, as restaurações devem limitar-se a remover o tecido cariado da dentina infectada (que apresenta-se na porção mais externa da lesão, sendo um tecido necrótico, desorganizado, com alto teor bacteriano, amolecido, com coloração amarelada e diminuição da sensibilidade dolorosa), preservando a dentina afetada (aquela que apresenta-se na porção interna da cavidade, é mais endurecida, de coloração mais clara e já provoca sensação dolorosa pois está mais próxima da polpa), como seguem os preceitos da odontologia minimamente invasiva.

carie-mass-odontologia

Tanto as lesões de esmalte como as de dentina inativas apresentam uma coloração bastante escurecida, com consistência dura, e ausência de umidade e sensibilidade, não sendo indicada a sua remoção, por se tratar de um tecido que não tem atividade bacteriana, e portanto, não traz malefícios ao paciente. Por questões estéticas e funcionais, deve ser feita a restauração sobre a cavidade formada, restaurando a sua anatomia e função.

Espero que o post tenha sido bastante esclarecedor! Até a próxima!

Tia Roberta







[pulaalegria] (óculos) (triste) (sorrisão verde) (seta) (piscada) (pensativo) (muito triste) (mega feliz) (malvado) (lingua) (interrogação) (idéia) (gargalhada) (feliz) (exclamação) (envergonhado) (doido) (confuso) (como assim) (chocado) (bravo)