Tia Roberta Odontopediatra » dente de leite
10
março
2017
Sobre a esfoliação dos dentes decíduos

Quando a criança atinge a idade de 5 a 7 anos (podendo haver variações pra mais ou menos, por isso é muito importante saber a idade em que ocorreram as erupções dos dentes decíduos), as esfoliações dentárias começam a acontecer! Esse período de transição é muito significativo tanto para a criança como para a família toda, pois afeta a rotina com os cuidados bucais e também o convívio social (quem nunca ouviu o famoso “olha só, ele/ela está cheio (a) de janelinhas!”). Tudo se torna uma novidade, até porque quando a primeira esfoliação inicia, o comum é que várias outras se iniciem também logo depois (muito comum em incisivos).

Dente-de-leite

Os primeiros dentinhos a iniciarem a reabsorção de suas raízes são os incisivos (normalmente os inferiores e depois os superiores, mas podem haver variações que não afetam a normalidade da dentição). O período de reabsorção, desde o seu começo até o fim (que é a esfoliação, ou seja, quando eles saem da arcada dentária), dura em média 3 anos. O processo que “ativa” a reabsorção dos dentes decíduos normalmente se dá por um conjunto de fatores, tais como o desenvolvimentos dos dentes permanentes nos ossos, aumento de força mastigatória devido ao crescimento natural da criança, e perda óssea – este último pode estar relacionado a infecções dentárias, o que muitas vezes, acaba provocando uma esfoliação precoce do dente decíduo em questão.

dente-leite

Algumas vezes, a erupção do dente permanente (normalmente incisivos inferiores passam por este probleminha), antecede a esfoliação do dente decíduo, ocorrendo uma erupção do permanente por lingual (veja a foto abaixo). Isso pode acontecer quando a força do movimento de erupção do decíduo se direciona em sentido mais lingual do que a posição do dente decíduo (lingual significa por trás). Neste caso, o dente decíduo fica sem a força que dá aquela “ajudinha” para ele sair.

shutterstock_202902928

Mas fiquem tranquilas mamães! Se isso está acontecendo ou já aconteceu com o seu filho, saibam que não afeta em nada na normalidade da dentição e desenvolvimento dos dentes, e quando é feita a devida intervenção, ou seja, a remoção do dentinho no consultório, não atrapalha a oclusão dentária dos dentes permanentes. O importante é ficar bem atento quando isso acontecer, e sempre consultar o Odontopediatra de sua confiança para verificar a necessidade de realizar a extração desse dentinho no consultório ou não.


27
julho
2015
A primeira dentição

dente_de_leite-710x400

O tema de hoje é a primeira dentição! O momento tão esperado em que nascem os primeiros dentinhos do seu bebê (por volta dos 6 meses) e se inicia todo um novo ciclo na rotina de ambos, afinal de contas a mamãe passa a ter mais essa responsabilidade, a de acompanhar e cuidar dessas pequenas “jóias” que começam a surgir! Acontece que o processo todo não é fácil. Alguns bebês (que fique bem claro, isso não é uma regra) podem sofrer alguns sintomas como inflamação gengival, irritação, estado febril, salivação aumentada, perda de apetite, diarreia, etc. A coceira na gengiva é também muito comum. Para resolver esse último sintoma, os mordedores são excelentes aliados, especialmente aqueles que possuem função “cooler”, você coloca na geladeira e ele fica friozinho. O bebê adora! Também existem no mercado alguns medicamentos auxiliares para o alívio dos sinais e sintomas da primeira dentição do bebê; o mais utilizado é a Camomilina C, que é à base de extrato de camomila e vitaminas, e normalmente traz resultados bem satisfatórios. Outros sintomas mais difíceis de combater devem ser pacientemente controlados. Caso os sintomas digestivos e de febre persistam, vale a pena consultar o Pediatra para resolvê-los. Mas mamães, lembrem-se: é uma fase e vai passar!

mordedor mam

A cronologia de erupção segue da seguinte forma: inicialmente nascem os incisivos centrais inferiores e depois superiores, ambos por volta dos 07 a 09 meses; depois os incisivos laterais superiores e inferiores, que surgem quase que juntos, por volta dos 10 aos 12 meses; os molares superiores e inferiores erupcionam por volta dos 12 a 16 meses, e depois vem os caninos, por volta dos 16 a 20 meses. Por último, erupcionam os segundos molares, por volta dos 24 a 30 meses, completando 20 dentinhos e fechando o ciclo da primeira dentição. O seu bebê terá esses dentinhos exclusivamente até os 06 a 07 anos, mais ou menos, que é quando começa a erupção dos primeiros molares permanentes e a troca dos dentinhos de leite (dentição mista).

Segue abaixo um esquema da cronologia de erupção dos dentes decíduos. Lembrem-se que é uma estimativa, não existe regra quanto a época certa, desde que não atrase um período de 1 ano em que o dentinho deveria ter nascido!

dentinhos cronologia